[SUSTENTABILIDADE][bleft]

Como e Por Que Parar de Usar Sabonete

Pele de natural, perfumada e sem sabonete. Sim! É possível! Fonte

Precisamos mesmo de sabonete? As minhas indagações começaram nas aulas de química, quando eu percebi que o sabonete, quimicamente falando, é um agente tensoativo que ajuda o óleo (ou gordura) a se misturar com a água. A água é uma substância polar e o óleo uma substância apolar. Ambas não se misturam e por isso usamos o sabão para ajudar a misturar os dois. Ora, como os resíduos que constituem a sujeira que queremos limpar são, na sua maioria, solúveis em água, não haveria nenhuma necessidade de usar sabão para misturar a água com a sujeira, já que a água por si só limpa a sujeira. Assim, suor e poeira da rua saem apenas com o uso de água e o sabonete, ao contrário, vai continuar fazendo sua função de misturar o óleo de nossa pele com a água do banho, o que não é necessariamente bom, já que esta camada de óleo é extremamente importante para a nossa saúde e proteção. Então, se o uso de sabonete não é necessário para limpar a grande maioria das substâncias que constituem a sujeira cotidiana, por que, afinal, nós o usamos? Bem, a resposta é clara: hábito, publicidade e a falsa ideia de que o sabonete está limpando, sendo que é a água que está fazendo o trabalho todo.

Mas e se eu me sujar com óleo e graxas?
Graxa e óleo: neste caso, aí sim se precisa de sabão. Fonte

Existem algumas exceções ao não uso do sabonete e estas existem quando a sujeira se constituí de óleos produzidos externamente. Assim, se você trabalha com graxas, gorduras e outros óleos, somente o sabonete poderá solubilizar este tipo de sujeira na água do banho e limpar para você. Claro que estes casos são exceções e não constituem a maioria dos casos em que usamos sabonete, como limpar o suor e outros componentes que entram em contato com a pele no dia a dia. Neste caso, usar sabonete corriqueiramente, sem nenhuma necessidade, só aumenta a retirada do óleo protetor da pele, o que faz com que a pele produza ainda mais óleo para compensar, deixando a pele mais oleosa do que o normal. Outras pessoas, porém, têm outros problemas: elas ficam com uma pele tremendamente desidratada e ressecada. Para corrigir o problema, elas começam a usar hidratantes artificiais, cheios de produtos tóxicos, como lauril, petrolatos, perfumes, DMDM, parabenos etc, para hidratar a pele, que perdeu sua hidratação natural, fazendo com que o problema aumente ainda mais, já que a pele absorve algumas destas substâncias todos os dias, durante décadas de vida. Assim, o uso do sabonete só deve ser realizado em situações especiais e não cotidianamente como as pessoas acreditam.

Mas e se a sujeira se misturar com o óleo da pele? Não é por isso que usamos sabão?
Tomar banho todo dia. Sim, é importante! Fonte

A pele é um orgão auto-limpante e portanto, a limpeza diária com água, já é suficiente para retirar a sujeira superficial e deixar a pele livre para renovar o óleo e a ínfima quantidade de sujeira que fica presa no óleo. Você só vai precisar usar sabonete para retirar a sujeira presa no óleo da pele, se você ficar muito tempo sem tomar banho, pois, aí sim, a sujeira vai se acumular, aumentando a probabilidade de uma maior quantidade de resíduos se misturar com o óleo da pele por ação física (não química, como já explicamos). Assim, tomar banho só com água já é suficiente para limpar a pele se isto for feito diariamente. A água retirará o suor e todas as partículas solúveis nela. Já a pele, renovará o óleo epitelial, fazendo também a auto-limpeza do epitélio, sem que isto desequilibre a quantidade de óleo produzida (o que acontece com o uso de sabonete).

Se o sabonete não serve para limpar, ao menos ele mata as bactérias
Usar antibióticos em excesso pode fortalecer as bactérias. Fonte

Este é outro mito. Sim, existem sabonetes bactericidas, mas estes fazem ainda mais mal para a pele. Na realidade, as bactérias que vivem na superfície de nossa pele são muito importantes para a nossa saúde. São elas que ajudam no controle do aumento das populações de bactérias nocivas à nossa saúde.  Quando você usa sabonetes e outros produtos para matar as bactérias de sua pele, você a deixa exposta a potenciais bactérias danosas à sua saúde. Além disso, você seleciona bactérias resistentes ao antibiótico do sabonete que você usa, fazendo com que aumente as chances de se criar uma doença, totalmente resistente aos produtos bactericidas que você usa.

Mas eu amo sair perfumado do banho e o sabonete faz este serviço!
Sair perfumado não depende do sabonete. Fonte

Muitas pessoas afirmam que a melhor coisa do banho é o sabonete e que só se sentem limpos vendo bastante espuma e sentindo cheiros de água marinha, ervas, maracujá etc. Sim! É muito bom sair perfumado do banho, mas é possível fazer isso sem usar sabonete e mais: sem colocar substâncias controversas na sua pele. Você sabia que a maioria dos cheiros de cosméticos, incluindo sabonetes, provém do ingrediente “fragrância” da embalagem? E você sabia que os ingredientes que constituem as fragrâncias são protegidos por leis de patentes extremamente poderosas? Isto quer dizer que as empresas que fabricam as fragrâncias não têm nenhuma obrigação de dizer para o consumidor e para a empresa de sabonete que compra o perfume, quais são os ingredientes que constituem a fragrância. Aliás, nem as agências de consumidores e de controle têm este poder. Ou seja, para sentir aquele cheiro agradável, você pode estar pagando o preço de colocar substâncias cancerígenas, tóxicas e não regulamentadas na sua pele, além de não saber se existem produtos de origem animal ou testados em animais no perfume que você tanto gosta. Conclusão: não use sabonete! Busque alternativas!
Se você já viu que o sabonete tira a gordura boa da pele, elimina as bactérias boas da pele e contém substâncias não regulamentadas nele e possivelmente não veganas, a hora é agora de procurar alternativas mais naturais e estamos aqui para mostrar quais!

Sabonete de árvore
Os frutos da Sapindus podem produzir sabonete totalmente natual. Fonte

A Sapindus sp. é uma árvore que produz um fruto que produz sabões naturais. Isto quer dizer que quando fervidos, estes frutos liberam na água substâncias que ajudam a juntar a água com o óleo. Ou seja, em situações em que precisamos tirar o óleo da pele, a água de Sapindus é uma ótima solução totalmente natural, totalmente livre de crueldade e que não poluí as águas do seu banho. saiba mais sobre ela aqui: "A incrível árvore de fazer sabão"

Perfumes de folhas
Banho com ervas perfuma e alivia. Fonte

Quer sair perfumado do banho? Quer sentir-se bem com os aromas do banho? Bem, você não precisa mais sentir cheiro artificial de água marinha (aliás, o que é cheiro de alga marinha?). Para sentir aromas deliciosos durante o banho, basta adicionar alguns ramos de alecrim, hortelã, flores, camomila, lavanda e outras ervas cheirosas no box do banheiro. Quando você ligar a água quente, o calor vai ajudar a liberar os óleos essenciais destas plantas, os quais ainda apresentam propriedades medicinais e calmantes. Totalmente natural e colhidos do seu jardim ou na feira!
Para o corpo, você pode fazer um chá gostoso de ervas e banhar-se com ele. O corpo fica bem cheiroso e você ainda ajuda na saúde da pele.

Perfumes de óleos
Banhos com óleos essenciais são ótimos para a saúde e beleza. Fonte

Se você não tem como achar ramos de ervas perfumadas, você pode comprar óleos essenciais naturais do que você preferir. Adicione algumas gotinhas do óleo de sua preferência no box do banheiro, em um local que não caia tanta água. O calor vai ajudar a volatilizar o óleo e deixar seu banho bastante perfumado. Para a pele, adicione algumas gotas de seu óleo essencial preferido em um óleo carreador, como azeite, amêndoas, semente de uva ou óleo de coco. Misture e passe no corpo como hidratante. Sua pele vai irradiar vida e tudo isto totalmente natural.

Região íntima
A região íntima da mulher é auto-limpante e só precisa de água. Fonte

Em um post anterior, eu falei sobre a falácia dos sabonetes íntimos. Vamos lembrar que a genitália feminina é auto-limpante e não precisa de nenhum tipo de sabonete na região. Restos de urina podem ser limpos com água, pois a urina é solúvel em água e não precisa de sabão. Se você quiser saber mais sobre o assunto, clique no link da postagem: “Sabonete íntimo: uma necessidade fabricada

Tem mais dicas naturais? Mande nos comentários!


Paz!



Autora: Camila Gomes Victorino 



Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

56 comentários :


[BELEZA NATURAL][grids]