[ECOTUTORIAIS][bleft]

Anticonsumismo? Veja o que é e Como é importante


Por: Camila Gomes Victorino


Dicas ecológicas não bastam para mudar o mundo. Sim, atualmente a internet e vários meios de comunicação incitam a mudança de nosso modo de vida para um mais ecológico, o que é ótimo. O problema é quando uma série de corporações se aproveita do ciclo para promover suas marcas verdes, nada verdadeiras, as quais enganam os consumidores, ou por não serem devidamente ecológicas, ou por prejudicarem a própria sociedade através de cartéis, exploração do produtor entre outros.
Campanha publicitária da Adbusters contra o consumismo desenfreado.

É aí então que surge o movimento anticonsumista que já existe em muitos países e visa auxiliar às pessoas que querem realmente mudar-se para mudar o mundo. O anticonsumismo propõe a nossa abolição dos grandes meios de consumo. À primeira vista não parece que somos prisioneiros de uma série de produtos artificiais, mas se começarmos a nos questionar sobre o que usamos, notaremos a quantidade de elementos químicos a que estamos expostos e a quantidade de produtos novos, que compramos sem a devida necessidade.
Consumismo é direito de escolha?

Um desses casos é o celular. Quem não foi aquele que se sentiu compelido a mudar o modelo quando um mais novo e com novas funções surgiu no mercado? Passados alguns meses, quem não foi aquele que sentiu um pesar ao notar que seu mais novo modelo já está ultrapassado por outro, contendo outras funções?

Bem, o celular é um exemplo claro, mas existem exemplos que nem imaginamos por já termos nascido em uma época em que esses produtos eram corriqueiros. A pasta de dente com flúor, por exemplo, não é necessária. Pode-se substituí-la pelo pó de juá e outras ervas que mantêm a saúde bucal. A bucha de lavar louça pode ser substituída pela bucha vegetal, o absorvente feminino pode ser substituído pelo copo menstrual ou absorvente reutilizável de pano e o sabão em pó por bolas ecológicas (“ecoballs”). Sem citar que a quantidade de roupas que compramos poderia ser diminuída pela metade se as lavássemos corretamente, aumentando a sua durabilidade. Ademais, roupas poderiam ser trocadas entre amigos, remendadas, retingidas com corantes naturais, renovando-as constantemente, sem precisar recorrer ao mercado têxtil convencional, que muitas vezes emprega mão-de-obra escrava. Enfim, há uma série de fatores que contribuiria para diminuir o consumismo nosso de cada dia, reduzindo o lixo gerado e mais: auxiliando redes comerciais locais, orgânicas e de comércio justo.
Poluição Visual da Publicidade e a obrigação do consumo

Desta maneira, o movimento anticonsumismo muda o entorno das pessoas e muda as próprias pessoas. Muda o entorno porque diminui o lixo, porque cria arte, ao renovar peças já gastas, estimula a cooperação entre amigos e familiares na criação e reutilização de novas peças, diminui os custos da pessoa e da família, aumentando a renda familiar e nos livra maravilhosamente da dependência de objetos e produtos, que muitas vezes causam mal à nossa saúde e à sociedade.
Uma série de artigos serão publicados no blog com o intuito de facilitar o caminho para o anticonsumo. Dicas de como reutilizar produtos, trocar sintéticos por naturais e biodegradáveis, mudanças de hábitos de vida, plantio de alimentos na própria casa, entre outros serão alguns dos temas aqui apresentados.
Corporações no Mundo


Para saber mais sobre o movimento anticonsumista sugiro as seguintes leituras:

- Klein, Naomi. O livro sem logo. 2ªed. Record: Rio de Janeiro, 2002;
- Movimento freegan: http://freegan.info/
- Movimento Simply living: http://simplyliving.org/

Fonte da imagem: Adbusters. 
Disponível em: http://www.adbusters.org

Paz!

Gostou desta postagem? Ajude a divulgar o blog e seja um seguidor!


Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

6 comentários :

  1. Precisamos repensar principalmente sobre o consumo de animais.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o conteúdo do seu blogue! Parabéns! Fico a aguardar pelas dicas anti-consumismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão! Novas dicas virão, mas também há muitas dicas na sessão "Autosuficiência" sobre auto-produção de alimentos, cosméticos, produtos de limpeza! Espero que aproveite! :) Paz!

      Excluir
  3. excelente post! Vivemos numa sociedade cada vez mais doente. Precisamos nos libertar.

    ResponderExcluir

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]