[ECOTUTORIAIS][bleft]

Leite de SODA ou Leite de SOJA?

Por: Camila do Arco-Íris



Uma gama enorme de leites vegetais pode substituir o leite de vaca, então
para quê e para quem, o leite de vaca ainda é comercializado?
Fonte: Uol
Mais uma vez e não será a última: soda cáustica é encontrada no leite de vaca que milhões de famílias brasileiras tomam todos os dias e isso é só a ponta do iceberg. Apesar disso, isto já é um bom sinal de que devemos começar a repensar o modo como nos alimentamos, afinal, quase ninguém sabe como a maioria dos alimentos são produzidos. Nós nos tornamos excepcionalmente alienados para com esta questão! E com isso, nos tornamos escravos da política nutricional das indústrias a que dependemos.
Veja bem, se você não liga e não sabe e nem pensa sobre como os alimentos que você come são produzidos, você deixa alguém pensar por você e como já sabemos, estas pessoas visam apenas seu bem individual, mas mais importante, eles visam aumentar seus lucros; e se para isso eles tiverem que envenenar a comida com produtos mais baratos, eles não pensarão duas vezes em fazê-lo.

O leite de soja é a primeira opção que vem a cabeça, mas
é preciso tomar cuidado com as versões industrializadas,
pois são transgênicas e cheias de conservantes.
Fonte: Dicas de Treino
O alimento é o nosso poder. Vamos pensar: a inteligência é baseada no funcionamento cerebral e na interação dele com os outros sistemas. Se o sistema nervoso é alimentado com produtos de baixa qualidade, o que acontece com nossa inteligência? Quão inconscientes e manipuláveis nós ficamos quando nosso corpo é alimentado com porcaria? Você está vendo aonde quero chegar?
É por isso que temos que saber como os alimentos são produzidos! Nossa liberdade depende disso!
E agora voltamos ao leite! Ninguém sabe como o leite chega em nossas mesas. Tem uma vaca, as pessoas acham que a vaca é feliz e que suas tetas produzem tanto leite que sobra para o bezerro e para nós. Ela está comendo grama e tem um Sol no fundo. Tudo fruto de uma publicidade! A realidade, porém, é bem diferente!

O dinheiro usado em campanhas publicitárias pró-leite é
tanto que muita gente ainda acredita no conto da
vaca leiteira feliz. Vamos repensar!
Fonte: Peregrinação virtual
A vaca está em pé em uma baia apertada e do lado, outras vacas. Um homem põe a mão dentro da vagina da vaca e a insemina artificialmente. A vaca fica grávida e o bezerro nasce. A vaca foi selecionada artificialmente e portanto produz mais leite do que deveria. Suas tetas ficam tão grandes que elas mal conseguem andar direito. O bezerro é separado da mãe, pois o leite é nosso e vale dinheiro. Ele vai para um lugar escuro e definha; antes, ele é abatido e vendido como baby beef. A vaca leiteira dá a luz em média quatro bezerros em sua vida e depois, quando está cansada demais, é morta e sua carne vendida no açougue.
Eu acredito que a humanidade seja bem variada e portanto, eu sei que tem gente que não se compadece disso, mas a liberdade dos animais não é o único fator prejudicado! Isso porque este leite sai da "fazenda" e é misturado a vários produtos químicos, para render mais. Ilegalmente, ele é misturado a soda caustica e o óbvio simplesmente aparece: se o produtor não tem compaixão pela vaca, nem pelo bezerro e muito menos pelos seus trabalhadores, me diga quando ele terá alguma preocupação pelo bem-estar do consumidor? A violência é contagiosa! Se atacam um, atacam todos!

O leite de castanhas é uma alternativa saudável, proteíca e
rica em cálcio, sem contar que é sem crueldade e
ecológico. Fonte: Emagrecervcconsegue
Mas como resolver o problema das vacas, dos funcionários, do meio-ambiente, do bezerro e dos humanos?
Para lucrar eles nos fizeram acreditar que leite é super necessário! Tudo vai leite: bolo, pão, vitamina, torta, purê de batata, sobremesas, sorvetes etc. Impossível viver sem leite - alguns dizem! Mas mesmo para aquelas pessoas que percebem que é possível fazer sorvete, bolo, pão etc com água, a publicidade já os convenceu com outro tipo de argumento: se não tomar leite, não se cresce, não há cálcio, não há proteína, a osteoporose aparece.
Tudo mentira! Mas uma mentira tão bem contada que até nutricionistas e médicos experientes acreditam.

Leites vegetais conseguem substituir o leite de vaca
em praticamente todas as receitas.
Fonte: CristinaSales
O cálcio pode ser encontrado em vários vegetais e seu excesso também gera problemas para a saúde, você sabia.? O leite é rico em gordura saturada, cujo excesso é maléfico para o organismo, você sabia? E mais: vacas infelizes ficam doentes e todos aqueles antibióticos e todo aquele pus das feridas em suas tetas, vão para nosso leite também.
Bem, a solução é substituir o leite animal por leites vegetais. Todo mundo acaba por lembrar do leite de soja, mas cuidado com ele! A soja no Brasil é majoritariamente transgênica e há pesquisas que mostram que transgênicos podem não fazem bem (veja no blog: "A ciência contra os transgenicos"). Além disso, a soja não cai bem para a maioria das pessoas e deve ser fermentada (como no tofu). Mas, o leite de soja não é o único! Leites de castanha, de arroz e de aveia podem substituir o leite de vaca muito bem e o sabor é delicioso!
Para mostrar que há esperança, eu vou citar os leites vegetais mais comuns: leite de amêndoas, nozes, castanha do pará, arroz, aveia, coco e soja não transgênica, claro! Todos estes leites podem ser feitos em casa em menos de 15 minutos. Eles duram cerca de 3 dias na geladeira, sem pasteurização! E, por fim, os leites de castanha, coco, arroz integral e soja têm proteínas, gorduras benéficas, sais minerais e vitaminas. Eu já tomei todos e posso dizer que substituem perfeitamente o leite de vaca em receitas e também na mistura com café e chá.

Vamos pensar mais sobre nossos alimentos e de onde eles
provem. Alimentação é política e deixar para os outros é um
suicídio que infelizmente estamos vendo acontecer nas notícias.
Fonte: Vista-se
Está na hora de nos desafiarmos a mudar nossos hábitos! Vamos nos tornar "mamíferos"auto-suficientes e concientes! Não precisamos das indústrias leiteiras e não precisamos torturar e matar as vacas! Podemos respeitar os animais e a nós mesmos e ainda investir apenas 15 minutos, na nossa saúde, a cada três dias, fazendo um leite saudável e ético! A publicidade sempre tenta nos enganar! Não vamos mais cair nessa. Sou vegana há 1 ano e 3 meses, muitos amigos meus são veganos e nossa saúde está sempre perfeita! Nunca estou cansada e é raro que eu adoeça. Tomo leite de amêndoas e de coco que eu mesma faço. Tudo rápido e simples. Mas, além da saúde, sinto uma imensa alegria diária por saber que salvo uma vaca a cada leite que eu não compro. Nós podemos mudar se quisermos! Por nós, pelos animais e pelo planeta! Go vegan!

Paz!

Abaixo seguem alguns vídeos ensinando a fazer leite de soja, castanhas e arroz.

Leite de soja

O leite de soja demora um pouco mais para ser feito do que os leites crus de castanhas, coco, arroz e aveia, isso porque ele precisa ser cozido (não tome cru, pois pode dar dor de estômago - experiência própria). No vídeo, ele deixa a soja de molho apenas um dia, mas você pode deixar até 3 dias, tomando o cuidado de trocar a água a cada 12 horas. Isso aumentaria a digestibilidade do leite, dizem.



Leite de amêndoas

O procedimento para o leite de amêndoas é o mesmo para  leites de outras castanhas e coco. No caso do coco, eu não filtro com voal, pois fica muito ralo. Uso apenas um coador comum. No processo, guarde as fibras congeladas e use como coco ralado em receitas. No copo do liquidificador, você notará uma manteiga bem oleosa. Tire toda esta manteiga e guarde. Este é o famoso óleo de coco e faz muito bem para a saúde. Pode ser comido puro ou acrescentado em receitas, como a tapioca.
Nota: no vídeo, as castanhas são deixadas de molho por 12 horas. Isto não é necessário. Porém, se você tiver tempo, deixe de molho que fica mais fácil bater e o leite fica mais encorpado. Ademais, ela filtra com coador, o que não recomendo, pois ele fica muito fibroso. Para coar, use um voal, se quiser.



Leite de arroz
O leite de arroz integral é outra ótima opção e pode ser coado com voal ou coador. Lembrando que a sobra pode ser congelada ou guardada na geladeira para fazer bolinhos e outras receitas. 




Arte: Jonas Guedes

Gostou? Compartilhe e faça a mudança acontecer!

Ajude o blog a crescer e seja um seguidor!

Projeto "HISTÓRIA AO CONTRÁRIO", em breve mais notícias

Siga nosso novo canal! 
Dicas de filmes, documentários e muito ativismo com legendas exclusivas!
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

9 comentários :

  1. Bom post Camila. É realmente difícil para quem está acostumado a cozinhar as coisas de certa maneira, deixar de usar leite/manteiga. A culinária francesa, especificamente é muito baseado na manteiga, no creme de leite etc.

    Eu fiz o leite de amendoas e achei muito bom, mas achei caro. Amendoas são muito caras por aqui. Estou pensando em experimentar o leite de arroz, pq arroz é bem mais barato que amêndoas.

    Portanto ia sugerir uma coisa: colocar uma tabela nutricional comparativa entre os leites vegetais, para facilitar a pessoa a encontrar o leite ideal para seus objetivos nutricionais.

    Bjo e continue escrevendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kama! Obrigada desde já e você deu uma ótima ideia sobre tabela nutricional! Quem sabe em um próximo post. Leite de castanhas é mais caro mesmo, mas existem lugares em que se pode achar mais barato, como zonas cerealistas. Nunca compre em mercados, pois eles encarecem muito. Leite de coco é outra opção, pois é mais barato e ainda dá para produzir coco ralado e óleo de coco. Só tomar cuidado para usar o coco ralado de uma vez ou congelar, pois oxida rápido! Por fim, tenta fazer o leite de arroz integral, pois tem proteína. O de arroz branco só tem carboidrato, praticamente! Bjs

      Excluir
  2. Um lugar onde podemos encontrar castanhas por um preço bem abaixo é nas casa do norte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Boa dica! E ainda existem as castanhas quebradas que eles vendem ainda mais barato.

      Excluir
  3. Oi Camila,
    Atualmente eu estou fazendo o leite de Aveia, apesar de variar as vezes para o de arroz. Tomo o de aveia pelo fato de ser extremamente fácil de fazer e de fácil acesso.
    Camila quando se referir a um assunto que já tem no site (como o transgênico) coloque o link para ele, ai fica bem fácil navegar.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rique! Legal! O leite de aveia é mais barato mesmo e se for feito de aveia integral, melhor ainda! Boa dica! Sim, vou colocar o link dos transgênicos aqui e corrigir o texto! Obrigada! Bjs,

      Excluir
  4. Gostei do texto Camilinha! Fiquei curiosa pra testar o brigadeiro que tem link no começo do post. beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Humm! Quero fazer esta receita também! Adoro brigadeiro e não vejo a hora! Espero que teste os leites! São muito saborosos, principalmente o de amêndoas, que é o meu preferido! Beijos!

      Excluir
  5. Fiquei curioso para testar! Vou tentar fazer! Obrigado!

    Abçs!

    ResponderExcluir

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]