[ECOTUTORIAIS][bleft]

Conheça o incrível médico que largou os remédios para receitar plantas



Dr Murilo Leandro Marcos receita chás e plantas medicinais para seus
pacientes. Fonte: PranaYogaBr
A maioria das drogas da atualidade possui uma série de efeitos colaterais, além disso, elas nem sempre curam, mas apenas aliviam os sintomas, o que faz com que a doença volte depois de alguns meses. Isto aconteceu comigo e é por isso que eu passei a buscar terapias alternativas. À vezes, as pessoas não têm simplesmente escolha no caso de doenças e apesar do deboche que muitos céticos utilizam para questionar quem busca homeopatia, acupuntura e até florais, para quem está doente o que importa é a cura e não a fama de ignorante que virá depois.

Plantas medicinais: nossas avós sabiam, nós já esquecemos!
Fonte: 100Consejos
Apesar do preconceito, hoje, no Brasil, muitas pessoas estão retornando às raízes e buscando a fitoterapia como alternativa à medicina convencional. Neste caso, ao invés de se usar fármacos manipulados, o princípio ativo da planta é obtido através de chás e soluções ou mesmo vapores para doenças mais corriqueiras e este é o caso do médico obstetra Murilo Leandro Marcos, que é médico da família no Centro Sul de Lagoa da Conceição, em Florianópolis. Trabalhando para o SUS, o médico tem como objetivo restaurar o conhecimento indígena e tradicional do passado sobre plantas medicinais junto à comunidade carente da cidade, o que não só beneficia a saúde da população, como também democratiza o acesso ao remédio, que só precisa ser plantado. Assim, no consultório médico, além de receitar fitoterápicos, plantas, chás e tisanas, o médico ainda possui uma horta de plantas medicinais, as quais são colhidas e doadas aos pacientes. Lá, é possível encontrar beterraba, hortelã, pimenta, alecrim, entre outras.

O conhecimento tradicional indígena deve ser recuperado
para não esquecermos o direito de sermos saudáveis.
Fonte: G1
Por fim, o centro de medicina da família ainda oferece serviços de acupuntura, grupos de discussão para gestantes e fumantes e, em breve, pretende-se criar uma tenda de integração entre a comunidade e o jardim medicinal. De fato, o objetivo do médico é tornar o centro uma referência no Brasil e mostrar que a medicina pode estar ao alcance de todos, principalmente se a dependência das grandes farmacêuticas for diminuída através do resgate do conhecimento tradicional. Na realidade, enquanto esquecermos do soro caseiro, do chá de folha de goiaba para diarréia, da hortelã para o pulmão e de muitos outros conhecimentos que aprendemos com nossas avós, doenças de fácil manipulação e totalmente curáveis continuarão a matar pessoas carentes em todo o Brasil, principalmente quando elas acharem que a única solução é um remédio caro, ao invés de um simples chá.
Claro que não são todas as doenças que ainda podem ser curadas com a fitoterapia e outras alternativas, mas para a maioria da população que sofre de problemas simples, a educação envolvendo plantas medicinais pode auxiliar na libertação destas pessoas e na democratização da medicina no Brasil.


Paz!


Ei, precisamos de sua curtida! Curta nossa página do Facebook e se inscreva no nosso canal Youtube! Você estará ajudando o projeto a crescer!

 Pensando ao contrário

















Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

4 comentários :

  1. Médico corajoso ...parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Gabriella Nucci22/09/2015 14:31

    Oi Camila, onde vc adquire conhecimentos sobre a serventia das plantas para doenças, eu procuro mas não consigo achar nada concreto, tudo muito confuso... gostaria pelo menos de descobrir algo pra rinite, pois meu filho e marido sofrem muito disso e odiamos passar remédios . outra coisa que eu gostaria de saber a sua opinião, é sobre as vacinas, seriam elas um injetor de doenças futuras?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabrielle! Gratidão pelo comentário. O conhecimento que eu tenho eu aprendi com a minha mãe e vó e eu também leio muito sobre o assunto. Eu também estudei um pouco sobre isso na faculdade. Acho que é complicado usar a internet como fonte, psincipalmente quando você está começando a estudar sobre plantas medicinais. O problema é que tem muita coisa errada escrita e que pode danificar sua saúde. Eu não sou médica e não tenho como te receitar algo pela internet, mas mesmo que fosse, a médica precisa ver seu filho e fazer exames para saber qual a causa da rinite. Quem vê isto é o alergologista. você pode procurar um especialista naturalista, homeopata, por exemplo, mas se nada disso funcionar, então eu sugiro que você vá estudando e lendo sobre as plantas medicinais. Um livro que eu te indico é o "Lugar de médico é na cozinha" do Dr. Alberto Peribanez, que é nutropata (ele usa os alimentos para curar). Acho que este é um bom começo. Eu tive rinite por muito tempo e sei que fatores comuns para a alergia são ácaros (poeira na casa, colchão velho, móveis velhos etc), cigarro, perfumes, produtos de limpeza com cheiro ou provindos do petróleo e alimentos alérgenos, como leite de animais, ovos, glúten, castanhas, animais marinhos, como camarão e crustáceios, sulfitos, mas você precisa fazer o teste da alergia nele para ver se ele é alérgico e se continuar, ir excluindo e observando. Bem, sobre as vacinas, não tenho opinião formada. Sei que pode sim dar problema, mas as vacinas geraram mais soluções do que problemas. Hoje há muitas pessoas que não vacinam e nada acontece, mas isto é porque as gerações anteriores foram vacinadas e não há pessoas que portam a doença para passar. Não sei o que aconteceria em uma população futura em que a maioria é não vacinada. Poderia dar problema. Não sou contra tecnologia. Acredito que a maldade humana é que leva a tecnologia para um lado perverso. Ou seja, hoje pode existir sim a possibilidade da vacina ser mais um veneno para vender do que uma ajuda, por isso é que fico em dúvidas. Paz!

      Excluir

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]