[ECOTUTORIAIS][bleft]

Supermercados de restos? Geladeiras de sobras? 3 projetos que estão acabando com o desperdício

Muitas pessoas estão começando a criar projetos para lutar contra o desperdício de alimentos. Fonte

Você sabia que a maioria dos alimentos vencidos, não vendidos, próximos do vencimento ou com embalagens danificadas são destruídos pelos supermercados, mesmo quando os alimentos ou bens de consumo estão em perfeitas condições de consumo?
No Brasil, muitos supermercados resolveram doar estes alimentos no passado, mas existe uma lei que responsabiliza o doador por qualquer dano que um dos alimentos tenha causado em quem os consumiu depois, o que inibe a doação, causando desperdícios massivos de alimentos.

Claro que você pode pensar: mas esta lei não é para a segurança de quem recebe a doação? Afinal, um enlatado vencido ou um pão embolorado não são bem uma doação bacana! Entretanto, o que acontece é que muitos dos alimentos desperdiçados não são tão perigosos assim: eles constituem-se majoritariamente de frutas, legumes, verduras, muitas batatas, arroz, feijão e tipos de alimentos que podem ser facilmente reconhecidos como estragados por quem os vai comer. Além disso, muitos nem mesmo estão vencidos, mas apenas apresentam data de validade próxima e outros só apresentam embalagens danificadas.

Você acredita que tudo isto foi encontrado no lixo? Fonte

Ou seja, com tanta gente precisando e passando fome, por que os supermercados continuam a destruir comida boa para consumo? No Brasil, o assunto é complicado, já que os supermercados têm receio de ser punidos, mas muitas ONGs já tentaram mudar esta lei de responsabilizar o doador. De fato, um projeto tramita no congresso há mais de dez anos para mudar isto, mas enquanto isto não ocorre, a consciência contra este tipo de desperdício já está aumentando ao redor do mundo e muitos países estão encontrando suas próprias soluções para lutar contra o desperdicio de alimentos.

Dinamarca com supermercado de restos

Na Dinamarca, você já pode encontrar um supermercado especializado em produtos próximos do vencimento ou com embalagens danificadas. Fonte

Recentemente, foi inaugurado na Dinarmarca o primeiro supermercado especializado em produtos vencidos do mundo, o Wefood. Neste estabelecimento, tudo é mais acessível, pois os alimentos são vendidos por mais da metade do preço do comum, e ainda ajuda-se a evitar o desperdício. O mais legal é que lá se encontra de tudo, desde cosméticos, frutas e legumes a produtos de limpeza e não pense que tudo é vencido. Muitos dos produtos vendidos na Wefood ainda nem venceram, mas são vendidos mais barato porque outras redes os descartaram por apenas estarem próximos da data de vencimento ou porque a embalagem está levemente danificada.

Visite a página do Wefood para saber mais (página em dinamarquês).

França contra o desperdício

Agora os supermercados franceses são obrigados a doarem os alimentos não vendidos. Fonte

Outro país que começou a mudar a cara do desperdício é a França. Agora, todos os supermercados situados no país serão obrigados a doar os alimentos que não conseguiram vender para instituições de caridade. Antes, os supermercados destruíam todos os produtos não vendidos, mesmo que eles estivessem em ótimas condições de uso. Agora, todos os alimentos não vencidos e em boas condições de consumo que não foram vendidos pelo supermercado, deverão ser doados para instituições, com penalidade de 75 mil euros para quem descumprir a lei.

Brasil e as geladeiras de sobras

Na geladeira solidária, todos podem pegar os alimentos que precisam. Fonte

Não pense que o Brasil ficou para trás nesta história. Há muita gente fazendo a mudança acontecer por aqui, mesmo que as leis do país e os governantes não colaborem tanto assim para mudar este cenário. Sem esperar pelo govenro, o empresário Fernando Barcelos criou o projeto "Geladeira Solidária". Ele disse que, ao doar comida para uma moradora de rua e seu bebê, ele se deparou com uma ideia de geladeira de rua da Holanda e Arábia Saudita e resolveu fazer algo parecido. Assim, ele montou uma geladeira em frente a seu comércio, em Goiânia, e começou a colocar alimentos nela. Hoje, muitas pessoas doam comida para a geladeira e ela fica aberta todos os dias da semana, de dia e de noite. Quem quiser pegar alimentos da geladeira, não precisa se cadastrar; é só abrir e pegar a quantidade que quiser.
O mais legal é que até agora, ninguém vandalizou a geladeira e nenhum produto inesperado foi encontrado dentro dela. Também, os moradores de rua nunca pegam tudo que está sendo oferecido e sempre deixam um pouco para os outros.
Todos os alimentos da geladeira têm que estar dentro do prazo de validade e ter data de fabricação. Eles devem estar fechados e não são permitidos carnes, peixes, ovos e pacotes abertos. Além disso, restaurantes podem doar pratos prontos, mas a data de fabricação e validade deve ser anotada em uma etiqueta, de modo que o morador de rua saiba o que estará comendo.
Por fim, depois que o projeto começou, não falta doação e vários voluntários já participam do projeto, ajudando a limpar a geladeira, organizá-la e retorná-la no fim de semana, para possível manutenção.

Desperdício no mundo

Imagine quantos alimentos bons não são jogados fora, apenas por questões de lucro ou legislação? temos que mudar isso! Fonte
Segundo a ONU estima-se que mais de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçados por ano no mundo todo e não são só os restaurantes. Estes dias vi um episódio de uma série estado-unidense em que uma personagem jogava 3 sanduíches no lixo, porque não tinha gostado da aparência final deles. De fato, isto demonstra bem a educação que estamos recebendo e dando para nossos filhos e crianças em geral, mas não deveria ser assim! Nós também podemos acabar com o desperdício no nosso dia a dia, fazendo compras bem organizadas e doando quando sabemos que não vamos comer. Para saber como reaproveitar restos de alimentos, veja o nosso post: "Reutilizando alimentos e acabando com o desperdício"

Gostou? Compartilhe e não deixe de se tornar um seguidor via FacebookGoogle+ ou Twitter. Assine também nossa Newsletter. Siga-nos pelo Instagram!

Paz!



Autora: Camila Gomes Victorino 






Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]