[ECOTUTORIAIS][bleft]

Rosa: Cor De Menino?

Por: Camila Gomes Victorino


E se rosa fosse cor de menino? Bem, no passado foi!
Fonte: MediaPresseInfo
É só saber que o bebê vai ser menina para que toda a família e amigos se voltem para a cor rosa: paredes rosa, roupinhas rosa, lacinhos rosa, mamadeira rosa etc. Quando a menina começa a crescer os brinquedos são rosa e até brinquedos que são unissex apresentam uma variação só para meninas: rosa. Mais tarde, é possível encontrar computadores rosa, celulares rosa, máquinas fotográficas rosa e todo tipo de tecnologia ou o que quer que seja; que é feito, aliás, com o propósito de atrair o público feminino, afinal, rosa é cor de mulher! Será?

Tornar uma cor específica a um gênero pode funcionar
como uma potente arma do patriarcado.
Fonte: ReelPhoto
Atualmente, quase todas as pessoas acreditam que cor tem gênero e que rosa é uma cor feminina, mas nem sempre foi assim! Apesar da flor rosa ser associada desde os gregos à deusa do amor Afrodite, a cor rosa era, na Idade Média, associada aos cavaleiros e à nobreza masculina e, portanto era considerada uma cor de homem! Foi somente no século XVIII, com a inovação de uma nova tinta rosa para porcelana que a história mudou. Na época, o rosa da porcelana era tão raro que Madame de Pompadou, uma grande intelectual da época e também favorita de Louis XV, resolveu passar a usar tudo nesta cor, inclusive seus vestidos, quarto e utensílios em geral. Usada pela nobreza feminina para imitar Pompadou, a cor se torna uma febre e as meninas nobres passam a ser associadas a esta cor. É neste momento, então, que a cor rosa torna-se definitivamente feminina no Ocidente. Mas e a cor azul? Ela sempre foi associada ao masculino? 

Desde pequenos somos programados (...)
Fonte: ReelPhoto
Bem, no começo do século XI o azul começa a ser identificado ao poder da monarquia e ao poder bélico em geral, o que em nossa sociedade nada mais é do que características tipicamente masculinas.
Assim, tanto para o rosa como para o azul, as associações são puramente culturais e podem mudar de uma geração para a outra. O importante disto tudo é que as pessoas passem a refletir sobre suas ações e pensamentos quando o assunto é cor, afinal muitas pessoas ainda têm preconceito de ver um homem usando rosa ou de pintar o quarto da bebê menina de azul, como se o contrário não fosse puramente artificial também. Além disso, saiba que a associação do rosa à mulher pode também associar outros aspectos simbólicos da cor, ao que é considerado feminino, impedindo o pleno desenvolvimento do livre-arbítrio das meninas. Assim, se o rosa é associado à delicadeza e à pureza no amor (já que é a mistura do vermelho com o branco), o ideal de feminino passa a ser também algo delicado e inocente, enquanto que o azul, associado ao poder e à agressividade da guerra passa a ser associado ao masculino, criando um ideal que também prejudica muitos homens em seu pleno desenvolvimento.

Refletir é preciso! Na foto: "Rosa não é só para garotas".
Fonte: ModernKiddo
Por isso que, ao meu ver, os pais e mesmo as pessoas que não têm filhos devem se policiar bastante para não incutirem ideais patriarcais e de opressão junto aos seus filhos. Parece inocente, mas incutir em uma menina a ideia de que tudo que ela verá na vida é rosa e que seu gênero se resume a apenas uma cor, pode sim prejudicar o desenvolvimento de sua personalidade, afinal e se ela decidir que gosta mais de MotoCross do que de babadinhos e purpurina?
Abaixo deixo dois vídeos muito interessantes sobre a questão das cores e sua associação com o gênero, tendo a participação especial de uma pequena grande menina.

Paz!

Veja a opinião de uma garotinha sobre a ditadura das princesas



Veja como tudo se iniciou

Rosa Cor de Menino - Legendado by pensandoaocontrario


Gostou? Compartilhe e faça a mudança acontecer!

Ajude o blog a crescer e seja um seguidor!

Projeto "HISTÓRIA AO CONTRÁRIO", em breve mais notícias

Siga nosso novo canal! 
Dicas de filmes, documentários e muito ativismo com legendas exclusivas!
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Um comentário :

  1. Muito legal! Só complementando, achei esse texto aqui que complementa o seu. Essa foi uma das questões que coloquei em uma aula sobre sexualidade pros meus alunos do 8º ano (não cheguei a dar esta aula, por conta da greve).
    http://www.muitointeressante.com.br/pq/perguntas/por-que-rosa-e-considerada-uma-cor-feminina-e-azul-masculina

    ResponderExcluir

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]