[ECOTUTORIAIS][bleft]

Três Invenções Ecológicas Que Inspiram a Auto-Suficiência

Por: Camila do Arco-Íris

Auto-suficiência e ambiente limpo: podemos chegar lá!
Fonte: SarinhaSimplesmente.
Como mudar o mundo sem violência? Como ajudar a humanidade sem manipular? Estas são questões muito contemporâneas, já que a velha fórmula da revolução armada e da manipulação de massas pelo "fim que justifica os meios", já caiu há muito por terra! Atualmente, entretanto, existem pessoas que cada vez mais caminham pelo passo da não violência e da mudança de si mesmos. O que interessa neste caso é melhorar-se, acabando com a violência que coabita dentro de nós. O exemplo das ações é o responsável por juntar pessoas que decidiram fazer uma sociedade com as próprias mãos, sem cooptar ou sem a manipulação daqueles que apenas decidiram pela sociedade de consumo. Assim, mais e mais pessoas se juntam em comunidades libertárias ecológicas para criar uma nova sociedade e invenções verdes e não poluentes caminham nesta direção, as quais não são nem nocivas e nem necessitam de máquinas ou matérias primas complicadas para serem criadas! Estas são as invenções do novo mundo! Um mundo que não precisará destruir para criar mineradoras, já que não precisaremos ir tão fundo para criar! Um mundo que não precisará destuir, pois já não seremos auto-destrutivos a ponto que queremos levar tudo conosco!

Miticool: a geladeira que não polui e que não usa eletricidade!
Fonte: PensamentoVerde
1 – A geladeira que não usa eletricidade
Geladeiras são muito úteis, pois mantêm os alimentos frescos por mais tempo. Assim, uma invenção que possibilite que produtos naturais sejam mantidos por mais tempo é muito útil, principalmente uma que poupe energia e possa ser abrigada em qualquer região, sem ou com energia! O indiano Mansukhbhai Prajapati pensou nisso e criou uma geladeira feita de cerâmica que funciona com um mecanismo similar àquele do filtro de barro brasileiro que mantém a água fresca, mesmo em dias quentes. Além da cerâmica, a geladeira tem uma camada superior com água, que, evaporando, rouba ainda mais calor do recipiente. Apelidada de “Miticool”, a geladeira, além de possibilitar economia de energia nas residências, ainda evita a emissão de gases tóxicos que prejudicam a camada de ozônio, muito comuns em refrigeradores. Por fim, a geladeira é uma boa solução para comunidades carentes e auto-sustentáveis, uma vez que custa em média R$ 130,00.

Bateria de batata: barata, não poluente e que pode ser feita em qualquer
lugar! Fonte: Smithsonian
2 – A batata que gera eletricidade
Existem muitos métodos para se criar energia, mas sempre pensamos que somente grandes usinas que destroem ambientes inteiros (como hidrelétricas) sejam eficazes. De fato, é possível criar eletricidade mesmo a partir de batata! Pesquisadores da "Hebrew University of Jerusalem" criaram uma bateria a base de batatas cozidas por 8 minutos (o que aumenta em 10 vezes a sua capacidade de gerar energia comparada a uma batata crua). Os pesquisadores colocaram uma fatia de batata entre um catodo de cobre e um anodo de zinco, conectados por um fio, o que gerou uma bateria capaz de carregar celulares ou mesmo acender uma lâmpada. De fato, a batata não gera sozinha eletricidade, mas ajuda na condução dos elétrons entre os dois metais; ela funcionaria como o substituto do ácido usado em baterias comuns, as quais podem custar 10 vezes mais caro e ainda poluir o meio-ambiente. Fácil de montar, a bateria é vendida em um kit e pode ajudar comunidades carentes a gerar eletricidade. Além disso, ela pode ser facilmente usada em locais afastados, como comunidades ecológicas que resolveram se distanciar da rede elétrica.

Para saber mais: A potato battery can light up a room for over a month. Smithsonian Institute.

A máquina de Boyan Slat filtra a água dos mares, recolhendo o plástico,
sem afetar a vida marinha. Fonte: DailyMail
3 – O filtro gigante que pode limpar todos os mares em menos de 5 anos
Que existe solução barata para limpas rios, lagos e mares sujos de plásticos, isso existe! Boyan Slat, estudante holandês de engenharia, desenvolveu uma máquina que poderia limpar os oceanos em aproximadamente cinco anos (se houvesse vontade política, claro!). Chamado de “Ocean Cleanup Array”, a máquina é um filtro que, sendo posicionado em pontos estratégicos, poderia filtrar a poluição e acabar com a ilha de lixo marítima, presente no Oceano Pacífico.

Para saber mais assita o vídeo de Boyan explicando sua invenção!




Conclusão

No fim, a sabedoria e inteligência humana não tem limites e, assim, vemos que o problema nunca se resume à falta de tecnologia, mas apenas à falta de vontade! Deste modo, só nos falta arregaçar as mangas e pensar em soluções não só ecológicas, como que beneficiem também a humanidade. Começando por nós, chegaremos lá!

Paz!


Gostou? Compartilhe e faça a mudança acontecer!
Ajude o blog a crescer e seja um seguidor!
Projeto "HISTÓRIA AO CONTRÁRIO", clique aqui para saber mais!

Siga nosso novo canal! 
Dicas de filmes, documentários e outros com legendas exclusivas!
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]