[ECOTUTORIAIS][bleft]

Retrospectiva do Blog 2013 – Primeiro Ano de Pensando Ao Contrário E Seus Melhores Posts

Por: Camila do Arco-Íris

O ano está acabando e nós do “Pensando ao contrário” conseguimos fechar o primeiro ano do blog, com um importante resultado: vocês leitores! Ficamos felizes com o número crescente de seguidores e principalmente os comentários e relatos de muitas pessoas agradecendo ao blog! Com isso, somos gratos de coração a todos vocês que ajudaram o blog a crescer e a dispersar a semente de um novo mundo que está por vir! Esperamos de 2014 seja um ano com ainda mais oportunidades para o crescimento pessoal e a mudança interior e que com ela possamos mudar o mundo todos juntos para um lugar melhor.

Abaixo, fizemos uma coletânea dos posts mais acessados que passaram pelo blog em seu primeiro ano e após estes, juntamos um post preferido que indicamos.

Vale a pena ler este post e entender como a nossa sociedade faz um terrorismo velado contra a vagina e a menstruação feminina, desempoderando a mulher de seu corpo.





Enquanto pessoas no mundo inteiro se inspiram em músicas para melhorar a si mesmos e mudar o mundo, muitas bandas de rock, principalmente, ainda utilizam discursos machistas, racistas e homofóbicos para reiterar a cultura patriarcal. Mas nem todas...





Um dos posts mais polêmicos do blog, ele conta como o nojo face a uma mulher peluda é construído culturalmente para a realização de um ideal feminino sexista e infantilizado, o que torna atraente, a mulher irresponsável e similar a uma criança.




Em uma sociedade cada vez mais escrava do dinheiro e do consumo, algumas pessoas perceberam que a solução não é ganhar mais para sair do sistema, mas simplesmente abolir as necessidades de consumo, para não precisar mais ter dinheiro para comprar.





A água que bebemos todos os dias contém flúor, uma substância aparentemente benéfica, mas que vem causando polêmica em muitos países, já que sua adição à água e pasta de dentes, poderia levar a doenças e ser um golpe político do início do século XX.



Atualmente, criou-se uma sociedade em que a alimentação deve ser rápida, para não se perder tempo. Além disso, a produção do alimento é escrava da bolsa de valores e tornou-se um negócio extremamente lucrativo, o que gera comida envenenada e doenças. Neste meio tempo, a indústria farmacêutica, muito beneficiada por isso, está atualmente ligada a companhias produtoras de agrotóxicos e transgênicos.

Transgênicos são polêmicos e muitos países preferiram esquecer seus potenciais perigos para comercializá-los junto a população desinformada. Entre os argumentos contraditórios, favoráveis ou não, os transgênicos estão sendao vez mais estudados e os resultados não são favoráveis nem para a saúde e nem para o meio-ambiente.




Todos nós questionamos o Oriente Médio e a famosa burka, mas não percebemos como nossa sociedade ainda usa das roupas para culpas vítimas de estupro todos os dias. O caso de Nicole Bahls e a passada de mão é um caso caricato da situação das mulheres brasileiras em que qualquer deslize, dentro dos padrões masculinos estabelecidos, pode justificar uma violência contra ela.


Existem muitas espécies de plantas que crescem sem necessidade de qualquer insumo e que não conhecemos. As plantas alimentícias não convencionais são extremamente importante para aqueles que visam a auto-suficiência alimentar, sem a necessidade de dinheiro, já que crescem em qualquer horta ou apartamento da grande cidade.


Veganos são tidos como radicais inveterados, mas será que o boicote de alimentos e produtos contendo ingredientes de origem animal é tão radical assim como parece? Tendo em vista a grande crítica por trás do veganismo de que este movimento seria arrisco e radical, no sentido de algo extremo, o post tenta elucidar a inverdade por trás desta visão.

POST INDICADO PELO BLOG


Mais um post sobre auto-suficiência em que se discute algumas necessidades inexistentes que acreditamos ser totalmente necessárias. No post discute-se o uso do xampu e como sair do vício de seu uso, através da famosa técnica do “No-poo”.


Gostou? Compartilhe e faça a mudança acontecer!
Ajude o blog a crescer e seja um seguidor!
Projeto "HISTÓRIA AO CONTRÁRIO", clique aqui para saber mais!

Siga nosso novo canal! 
Dicas de filmes, documentários e outros com legendas exclusivas!
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]