[ECOTUTORIAIS][bleft]

Black Fish: Pela Libertação Das Orcas Dos Sea Worlds



Se coloque no lugar de alguém que é sequestrado quando criança para
trabalhar em um circo. Agora é possível entender como
uma orca se sente. Fonte: PasteMagazine
Qual é o direito do seqüestrador de retirar de uma família um ente querido? Nós nos fazemos esta pergunta todos os dias ao nos depararmos com tanta impunidade e tantas famílias destruídas! Tudo por dinheiro! Apesar de muitas vezes isto não acontecer diretamente conosco, nós nos sentimos mal pela pessoa e nos colocamos em seu lugar, mas isso nem sempre acontece com relação a apenas humanos.
Atualmente, a pressão social está aumentando cada vez mais em relação aos animais de circo, pois sabemos que é absurdo separar animais de suas famílias ou de seu habitat, apenas para divertir o ser humano. Além disso, fora de sua natureza, o anima sofre danos psicológicos e físicos irreparáveis, que o impedem de voltar ao seu habitat natural depois de tanta tortura. É assim que cada vez mais ouvimos falar da tortura cometida contra leões, tigres, cavalos, cachorros, focas e outros, em circos ou contra elefantes, camelos e macacos em alguns países da Ásia, onde é muito comum seqüestrar bebês elefantes, domá-los, batê-los, inclusive com arames farpados e choques, até que eles se curvem a fazer gestos considerados bonitinhos pelos turistas.

Bilhões de dólares são faturados pelos Sea Worlds, que atraem turistas
ingênuos, que não sabem a face negra desta indústria, que desequilibra o
ecossistema marinho e põe sob prisão estes incríveis seres vivos.
Fonte: MagiccPicture
Se ponha no lugar destes animais! Imagine-se seqüestrado quando criança e obrigado a pedir esmola nas ruas, sendo batido e torturado, caso não o faça! Esta foi a temática do filme “Slumdog Millionaire (Quero ser um milionário)” e imagino que quem tenha visto este filme consegue imaginar o sofrimento que é ser usado como coisa, apenas para se obter dinheiro.
Vamos agora mais fundo e tentemos nos colocar no lugar de todos os animais que são abduzidos para servir de entretenimento para humanos. 

Primeiro eles cercam as famílias e raptam os filhotes mais frágeis.
Em seguida eles são colocados em galpões aquáticos, onde
passarão o resto de suas vidas entretendo turistas.
Fonte: VegMichigan
Às vezes, é difícil se colocar no lugar de um leão, de um elefante, de um cavalo e é por isso que o filme Black Fish foi produzido, tendo o intuito de fazer com que o público se coloque no lugar das orcas, golfinhos (sim, são golfinhos e não baleias!) que são sequestrados de suas famílias e treinados cruelmente para entreter e fazer faturar a indústria biblionária dos “Sea Worlds”, muito comuns nos Estados Unidos.
No filme, aborda-se a questão passada da morte de uma “treinadora” por uma das orcas e tenta-se entender o porquê do fato ter acontecido. À medida que o filme se inicia, começa-se a ver a cruel engrenagem por trás do mundo dos parques aquáticos, mostrando como as orcas são seqüestradas, como elas são torturadas, até o processo final em que se doma o bicho para a realização de saltos e trapalhadas, para entreter o público.

O documentário BlackFish é um importante
documento de informação contra a tortura
que os SeaWorlds praticam contra as orcas.
Fonte: IMDB
É importante que nos coloquemos no lugar destes animais! É importante que saibamos de nossa responsabilidade, enquanto compradores de ingressos destes “parques de diversão” em que uma densa fachada se apresenta para esconder a verdade do público. Nós, muitoas vezes não sabemos o que acontece por trás da produção de um determinado entretenimento ou produto e por isso temos eu estar sempre atentos para que o ato da compra de um produto não esteja financiando a tortura, a crueldade e a depredação do meio-ambiente. Assim, sugiro este filme para todos aqueles que sentem que devem começar a tomar a pílula vermelha da Matrix e ir além da mera publicidade. Ainda há muito o que fazer para evitar estes crimes, que fazem sofrer milhões de animais todos os anos e depredam todo um habitat. Na Ásia, por exemplo, os elefantes asiáticos estão a beira da extinção e um dos motivos e evidentemente a destruição dos bandos e elefante pelos grupos que os transformam em chamarizes para turistas. Os oceanos também estão sendo destruídos e nosso respeito a este enorme habitat deve começar pelo boicote a formas venenosas de comportamento, como os “Sea Worlds”.
Assista “Black Fish”e torne-se mais consciente sobre nosso papel no mundo e como podemos evitar armadilhas como essa, em que se destrói toda uma família, se tortura um animal, apenas para o benefício de alguns.


Assista ao trailer de Black Fish com legenda exclusiva "Pensando ao contrário".


O boicote é a sua arma! Boicote circos e empresas que usem animais como forma de entretenimento. Animais não são mercadorias!

Autora: Camila Arvoredo

Gostou? Compartilhe e faça a mudança acontecer!
Ajude o blog a crescer e seja um seguidor!
Projeto "HISTÓRIA AO CONTRÁRIO", clique aqui para saber mais!

Siga nosso novo canal! 
Dicas de filmes, documentários e outros com legendas exclusivas!

Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]