[ECOTUTORIAIS][bleft]

Desintoxicando-se do Consumismo - O Passo a Passo

Por: Camila Arvoredo

Desintoxicar é preciso! Fonte: Carpe Diem

Saímos de casa e vemos propagandas por todos os lados. Ao acordarmos, ligamos a televisão e se isso não acontece, a internet ou o rádio farão a sua função, um pouco antes ou depois do café. Propagandas em ônibus, carros de som, pessoas vestidas de propaganda. Elas não percebem, mas trabalham gratuitamente para as marcas que orgulhosamente carregam no corpo. Mais tarde, no supermercado, mais propaganda, porque além da publicidade da própria embalagem, banners, promoções, auto-falantes, amostras grátis e televisores passam inconscientemente pelo nosso olhar. Hora de descansar! Com poucos parques e com a grande violência das cidades, entramos em um shopping - passa-tempo preferido dos brasileiros! Lá, todos os relógios da vitrine estão descronometrados. A iluminação, planejada, impede que saibamos se é dia ou noite e cada escada rolante é propositalmente colocada em um local diferente do outro, de modo que os transeuntes tenham que passar por muitas vitrines. Dormimos e enfim, sonhamos com uma deliciosa bebida e no seguinte resolvemos comprá-la, sem saber exatamente o porquê.

O novo ser humano acorda e dorme para consumir.
Fonte: Vocidallastrada
Somos como animais aprisionados na teia do consumismo e se formos observar tudo que possuímos e desejamos, tudo nos parece muito necessário, mas talvez não o seja! A maioria das mulheres possui milhares de bolsas e sapatos e pensam que tudo aquilo é necessário porque devem se vestir bem e combinando a roupa, para não perderem o emprego. Já os homens, se vestem de aparelhos eletrônicos e carros. Devem mostrar poder para manter suas posições e assim, todos os dias, quando eles finalmente estão na moda, a moda muda e o carro do ano, já não é mais tão bacana assim! O processo de consumo se reinicia e toneladas e toneladas de lixo eletrônico e de vestuário são jogadas fora. Lixões sendo exportados para a África. Pessoas apressadas para se enquadrarem ao sistema que lhes representa. Sem tempo para comer e para relaxar, seu lazer é o consumo, adoecendo e comprando saúde e antes de morrer, comprando cemitérios.

Esta é a triste realidade de nossa sociedade e nós, juntos com todas essas pessoas, reafirmamos o sistema. E isso porque nós nascemos e fomos criados neste meio e para nós é difícil abandonar tudo isso e perceber que tudo pelo qual trabalhamos e perdemos anos e anos é apenas fantasia desnecessária.

Desde pequenos somos programados, como diria Renato Russo, em
Geração Coca-cola, o que faz com que seja difícil se desintoxicar depois.
Fonte: Bodega
Para começar a sair então, é preciso um passo a passo. É preciso começar a observar-se e perceber à nossa volta. Fazer uma lista de tudo que possuímos pode dar uma idéia do que precisamos ou não. Inicialmente, pode ser feita uma lista com tudo o que se compra e depois marcar se aquele objeto é ou não necessário; por fim, se questione do porquê dele ser necessário e então escreva. Outro exercício interessante é, depois de feita esta lista, procurar por substitutos não degradantes do meio-ambiente e por fim, pode-se também, antes de comprar algo, fazer saber se existe alguma coisa que já se possui que possa ser reformada ou modificada ou ainda utilizada, ao invés de se comprar outro.
O Neuromarketing e outras formas de estudo estão aí para
entender melhor como funciona o desejo de consumo.
Fonte: A importancia da comunicação
É muito poderosa a máquina da publicidade! Atualmente, existem vários laboratórios trabalhando em experimentos que permitam saber como ativar o desejo do indivíduo. A publicidade trabalha com as emoções e, portanto, todo desejo de consumo é, na maioria das vezes, inconsciente. Desta maneira, nós precisamos nos atentar sempre, porque com o tempo, você perceberá que quase tudo o que você tem e quer é inútil! Aliás, muitas vezes, as pessoas até trabalham mais ou se humilham mais para poder ter coisas, apenas necessárias para continuar trabalhando muito! Um ciclo vicioso que só tem fim quando se pretende ativar o pensamento consciente.
Desintoxique-se e perceba que há muito mais coisas entre o céu e a terra do que um shopping.

O que você pode evitar comprar
Tirar o veneno é difícil, mas não impossível!
Fonte: Encontro dentro de mim
- evite trocar modelos de celular. A mudança de modelos anuais com novos recursos não é por acaso. Ela apenas incentiva o consumismo e lembre-se que cada aparelho seu vai para o lixão e polui o solo com os metais que o compõem.
- evite trocar de carro, se você tem um! Aliás, se for possível, ande de bicicleta e polua menos o ambiente. Ande a pé, se não for tão longe, e ganhe longevidade também.
- a moda muda propositalmente e retira de nós o poder de criação de nossa própria arte e escolhas. Não siga a moda e só compre roupas quando realmente precisar. Camisetas velhas podem ser tingidas novamente com corantes, renovando-as. Elas também podem ser usadas como pijamas. Roupas rasgadas podem ser costuradas e renovadas com tingimento. Se comprou algo, não ficou bom e não pode mais trocar, não jogue fora! Reforme ou use o tecido para criar outra roupa. Doe para alguém que goste ou instituições de caridade. Sapatos velhos podem ser pintados com tinta para tecido, dependendo do material. Por fim, roupas realmente velhas podem ser transformadas em pano de chão.
- Folhas de brócolis, casca de banana, folha de cenoura e beterraba podem ser utilizadas em refogados ou bolos; restos de alimentos podem ser batidos para virar sopa. Quanto menos alimento no lixo, menor a necessidade de consumo.
Um móvel velho pode se transformar em
uma obra de arte!
Fonte: Além da rua atelier
- Móveis velhos podem ser pintados com tintas para madeira. Os de tecido podem ser tingidos também. Use sua criatividade e evite jogar fora e consumir mais.
- Quer ler um livro? Dê preferência aos de circulação virtual e gratuitos.
- Recolha água da chuva e use como água de reuso; use a luz do sol para cozinhar, fazendo um forno solar e evite consumir gás; esquente água com o sol ou procure tomar banho frio de vez em quando, o que faz muito bem para a pele. Liberte-se do sistema!
- Faça noites especiais de escuridão e não acenda as luzes. Se você não tiver medo de escuro, vai servir como uma boa sessão de relaxamento! Tente olhar a lua ou o céu, se puder vê-los de sua casa, e perceba que luz elétrica não é sempre necessária!
- Evite cosmético ou substitua-os por produtos naturais e pouco processados; estes últimos costumam vir de comércio mais justo. Saiba mais sobre xampu e desodorante clicando em cima:
- Por fim, invente você mesmo outras estratégias de percepção e também de anti-consumismo. Com o tempo, você perceberá que muitas coisas que considerava necessárias, são apenas desejos colocados propositalmente em sua mente.

Se com o tempo você perceber que o dinheiro está sobrando, você talvez perceba que trabalhar tanto não é tão necessário! A partir daí, você poderá mudar para um emprego de menor carga horária e passar a fazer o que realmente importa: viver!

Paz!


Projeto "HISTÓRIA AO CONTRÁRIO", clique aqui para saber mais!

Gostou desta postagem? Tem mais! Siga-nos via Facebook, Google +, E-mail ou Blogger! 
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

4 comentários :


[REFLEXÕES][grids]