[ECOTUTORIAIS][bleft]

Por que trocar a bucha sintética pela vegetal?

Fonte


Lavar a louça é algo bem comum e mesmo quem possui uma lava-louças ainda se vê vítima de uma louça ou outra. É tão corriqueiro o ato de lavar que nem percebemos o quanto gastamos daquela buchinha verde e amarela. A famosa bucha de lavar louça, por acumular bactérias, não deve ser armazenada por longos períodos e é por essa razão que elas são tão facilmente descartadas. Sendo assim, em se tratando de buchas sintéticas, produzidas de derivados de petróleo, quantas não são as buchas que utilizamos em uma vida?
De certa maneira, as buchas sintéticas podem sim ser recicladas, porém, sabendo-se que o processo de reciclagem é finito, assim como para qualquer plástico, e sabendo-se que infelizmente o processo econômico não incentiva a reciclagem como deveria é bem provável que aquelas toneladas de buchas sintéticas tenham formado montes nos famosos aterros e lixões brasileiros.

Fonte

Mas como lavar a louça sem nossa famosa bucha? Bem, antigamente a louça se lavava com panos ou com bucha vegetal. De fato, a era plástica veio com tanta carga de novidade que é bem provável que tenha sido a euforia do momento a responsável por levar à substituição da bucha vegetal pela sintética, afinal a vegetal não perde em qualidade para o plástico, pois não risca a louça, além de acumular ainda menos bactérias. Ademais, ela pode ser fervida e devidamente limpa, tendo um tempo de vida útil bem maior do que a bucha de plástico.
Quando soube que a bucha vegetal era uma solução para a diminuição de lixo na minha casa, fui correndo ao supermercado, mas não é que as benditas são caríssimas! Bem, aconselho as pessoas que se interessaram por esta dica a comprá-las em feiras ou em casas do Norte. Nesses lugares as buchas são vendidas sem embalagem, o que facilita ainda mais a preservação do meio-ambiente e são bem mais baratas.

Fonte

Assim, depois de mudar para a bucha vegetal, o lixo produzido se reduzirá bastante. Sim, é fato que será só você, mas se esta idéia for passando e passando, menos lixo se produzirá. Lembre-se que comprar bucha vegetal incentiva a agricultura familiar (pesquise a procedência da bucha), enquanto que a sintética financia grandes corporações ligadas à indústria do petróleo. Além disso, a bucha vegetal não contém químicos sintéticos, que mal ou bem, podem fazer mal à sua pele e à sua saúde. Por fim, a bucha vegetal ajuda a diminuir o lixo produzido, cria um espírito consciente entre os moradores da casa e ajuda na mudança de nós mesmos; sem falar que, por durar mais, gera economia no orçamento!
Portanto, bucha vegetal neles e borá lavar louça!

Compare!

A bucha vegetal

Fonte: Liliverdi
A bucha (Luffa aegyptiaca) é uma trepadeira da família das Cucurbitáceas. Seus frutos são bagas obovadas, oblongas, similares a um pepino. Algumas variedades podem atingir até 12 m. São nativas das regiões tropicais asiáticas. Trocando a bucha sintética pela vegetal, você beneficia a agricultura familiar e ainda os animais, pois ela é 100% vegetal e vegana.





A bucha sintética

Fonte Mulher criativa
A bucha sintética é feita de poliuretano e costuma levar bactericidas em sua composição. Por conterem isocianatos, libera substâncias tóxicas voláteis, quando de seu processo produtivo. Quando acabado, o produto relativamente não apresenta perigo à saúde. Atualmente, além das esponjas de lavar louça, o poliuretano é utilizado para criar uma série de outros produtos contendo espuma, como colchões, travesseiros, estofados de automóveis e outros. Como são plásticos termorígidos, seus fragmentos não podem ser derretidos, como os outros plásticos. Sendo assim, as esponjas não podem ser devidamente recicladas. Apesar de serem incorporadas ao material de pistas de atletismo, solados de calçados e pisos em geral, o poliuretano ainda constitui-se num sério problema ao meio-ambiente. (para saber mais ver: “Poliuretano tem efeitos nocivos ànatureza, mas alternativas à reciclagem crescem).

Outras alternativas

Se a bucha não funcionar, você pode optar por usar panos, como se fazia antigamente. De algodão, estes panos são biodegradáveis e portanto superiores ao pláticos das buchas sintéticas.

Paz!

Autora: Camila Arvoredo


Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

2 comentários :

Ajude a Enriquecer o nosso Blog, Contribuindo com sua Opinião!


[REFLEXÕES][grids]